Objetivo é desenvolver ações no Brasil voltadas a promover um ambiente com mais oportunidades para as mulheres no mercado de trabalho e na sociedade

A Associação de Mulheres Empreendedoras (AME), entidade sem fins lucrativos que atua com ações para valorização da mulher no mercado de trabalho e na sociedade, acaba de assinar um memorando de entendimento com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), órgão ligado à Organização das Nações Unidas (ONU).

No documento, a associação se compromete publicamente a desenvolver e contribuir com atividades no Brasil em três áreas: promover os direitos das mulheres; fortalecer o empreendedorismo e a independência financeira das brasileiras de baixa renda; e desenvolver ações conjuntas para oferecer oportunidades para mulheres em situação de violência doméstica e vítimas de violência urbana.

A AME entregou também ao representante do PNUD e coordenador do Sistema ONU no Brasil, embaixador Jorge Chediek, um documento com a adesão de várias empresas brasileiras ao Pacto Global das Nações Unidas.

Trata-se de uma proposta voltada a estimular as corporações a adotar políticas de responsabilidade social e de sustentabilidade.

O Pacto Global prevê a adoção de dez princípios por parte da comunidade empresarial, relacionados a direitos humanos, trabalho, meio ambiente e corrupção.

Compromisso com ONU Mulheres

Também com o objetivo de mobilizar as empresas brasileiras a promover um ambiente de trabalho mais justo para mulheres, a AME entregou um documento para Rebecca Tavares, representante da ONU Mulheres no Brasil, com a adesão de diversas companhias instaladas no país aos Princípios de Empoderamento das Mulheres.

Este último, uma iniciativa criada pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global das Nações Unidas, em 2010, por meio do qual os líderes de organizações de todo o mundo se comprometem a implementar práticas e políticas para promover a equidade de gênero e o empoderamento das mulheres nas corporações, no mercado de trabalho e na sociedade.

O documento com os Princípios de Empoderamento das Mulheres prevê que as organizações cumpram uma série de ações voltadas a garantir a igualdade entre homens e mulheres no ambiente de trabalho.

Atualmente, 42 empresas brasileiras já aderiram aos Princípios de Empoderamento das Mulheres. Com isso, o Brasil está em terceiro lugar.

Compartilhar/Favoritos

Tags: , , , , , ,

Deixe uma Resposta